DÍNAMO ESPORTE CLUBE

Palestra aborda a transição do Lobinho para o Sub-15 do Dínamo

A transição dos alunos do projeto Lobinho Transformando Vidas para a categoria Sub-15 foi tema de palestra realizada na última sexta-feira, 29 de julho. A abordagem teve como objetivo tirar as dúvidas dos alunos do projeto social e explicar a importância da dedicação e comprometimento durante as aulas.
“É importante falar sobre isso, porque participam de iniciativas que têm o esporte educacional como alvo. Na base já é o esporte como competição. Às vezes, o aluno não tem a noção da transição que eles já têm condições de virar a ‘chavinha’”, comenta o educador físico Ronaldo Alves, um dos integrantes da equipe de captação do Dínamo, que proferiu a palestra ao lado da coordenadora do projeto Ana Cristina de Faria e equipe.
Ronaldo reitera que todos devem estar matriculados na escola para participar de qualquer projeto do Dínamo, seja ele social ou esportivo. “Independentemente da categoria, aqui no Dínamo trabalhamos sempre com os atletas que estejam matriculados, tenham frequência e tenham boas notas na escola. A partir das dúvidas dos alunos é que surgiu esse bate-papo com eles, para ficarem mais atentos na parte física, técnica e tática para terem condições de serem aprovados”.
Carlos Eduardo da Silva, de 13 anos, avalia a palestra como imprescindível. “A palestra foi importante para saber mais da transição ao Sub-15 e também teve dicas sobre a parte técnica, como está administrando-a nos próximos meses”.
Ele é um dos alunos do professor Victor Leonardo Soares, que já foi jogador profissional e trabalha no projeto “Dínamo Lobinho Transformando Vidas”. “Posso passar uma experiência boa para eles, uma vivência que a gente já teve nesse meio. Procuro sempre os orientar a se divertirem e aproveitarem o quanto é tempo, porque a gente sabe que a carreira do futebol não é fácil. Mostramos toda a responsabilidade que precisa ter, as dificuldades enfrentadas para quem quer mesmo se tornar um jogador de futebol. Joguei três anos no profissional, mas vivencio o futebol desde os meus 15 anos. Temos uma bagagem para passar aos alunos”, destaca.
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support